Sobre a Escola

Acreditamos na facilitação como uma prática que pode ser desenvolvida e utilizada em diferentes contextos.

dots3

A Escola de Facilitadores nasceu em 2018, a partir da experiência em processos de grupos em organizações de diferentes tamanhos e regiões do Brasil, com a intenção de capacitar, formar e disseminar a facilitação e as competências necessários para transformar ambientes complexos através da colaboração.

A Escola nasceu com o propósito de fortalecer a rede de Facilitadores, contribuindo no seu desenvolvimento pessoal e profissional, além de promover a conexão entre eles através de uma comunidade ativa que troca experiências e práticas sobre facilitação.

sobre-montagem

Mas o que é
facilitação?

float-1

A palavra facilitação aparece cada vez mais em ambientes corporativos e na área de educação como um dos novos jeitos de liderar pessoas e ensinar. Entender a facilitação de grupos é simples: significa que você, como professor ou gestor de equipes, precisa organizar as conversas e aulas de maneira mais engajadora.

Como? Ao fazer perguntas, estimular o diálogo, escutar com empatia e pensar sobre atividades que deixem as pessoas refletirem e criarem suas próprias respostas. Mas facilitação é muito mais do que isso, é um jeito de lidar e pensar que trata com pessoas de um jeito inspirador, ao olhar com atenção para o público do processo que está facilitando.

Para nós, facilitação é sobre fazer as perguntas certas para as pessoas certas, nos momentos certos. Leia esse artigo para entender mais sobre esse conceito.

dots3
float-3

Além da Escola, uma comunidade que gera trabalho, conhecimento e troca de experiências.

Desenvolver competências é o objetivo de toda Escola e por aqui não é diferente. No entanto, entendemos a facilitação como um estilo de vida e nos enxergamos como parte desse movimento, que também contribui das seguintes formas:

Group 7

Comunidade

Muito mais que os conhecimentos, práticas e experiências obtidas durante o curso, acreditamos no poder da rede que se fortalece a cada nova turma e em tudo que é gerado pós-curso. Todos os alunos da Escola de Facilitadores passam a fazer parte dessa rede.

Group 8

Lab de Facilitação

Os alunos da Escola poderão participar, como ouvintes ou Co-facilitadores, de projetos realizados pela Manifesto 55 em diversas empresas do Brasil, para que os mesmos pratiquem e se desenvolvam enquanto Facilitador. Além disso, os alunos que finalizam o Módulo III poderão ser convidados a se tornar um Manifellow – associado da Manifesto 55 apto a facilitar projetos in company e aulas na Escola.

Group 9

Mentoria

Nossos alunos recebem três sessões de mentoria após o curso, para continuar o processo de desenvolvimento. Entendemos essas sessões como pílulas motivacionais e também para acompanhar os resultados. Essas sessões poderão ser realizadas pelos Facilitadores da Escola ou pelos próprios participantes, em sessões presenciais ou online.
Group 2.5
float-4

Nossa Equipe

Florentine Versteeg-Vedana
Co-fundadora
Facilitadora e empreendedora social. Nasceu na Holanda e vive no Brasil desde 2009. Co-fundou a Hub Escola como um dos projetos que liderou no Impact Hub São Paulo. Atuou por mais de 10 anos no CISV, onde passou os últimos três anos Diretoria Global da ONG.
Henrique Vedana
Co-fundador
Facilitador de processos de aprendizagem. Foi presidente nacional da ONG internacional AIESEC no Brasil. Depois de 3 anos de formação na Kaospilot, na Dinamarca, voltou ao Brasil e hoje atua em processos de cocriação, inovação organizacional e aprendizagem coletiva por todo o país.
Diego Dornelles
Facilitador
Professor e consultor nas áreas de marketing, aprendizagem e inovação. Na área de educação, descobriu uma vocação, uma missão e uma paixão, tudo ao mesmo tempo. Já facilitou processos de aprendizagem em organizações como Social Good Brasil, Rede Pitágoras, Perestroika, Unisinos, Sesi, entre outras.
Tales Gubes
Facilitador
Criador do Ninho de Escritores, da Oficina de Carinho, do Jogo pra Vida e da Escola Pravida, buscando o acolhimento e o espaço seguro como ferramentas para a experimentação criativa e para a criação de vidas melhores. Além destes projetos, Tales é Manifellow, conselheiro na ONG LiveLab, voluntário do CreativeMornings São Paulo, escritor, mestre em cultura visual.
André Herzog
Coordenador
Facilitador de processos e anfitrião de conversas, busca contribuir para o desenvolvimento de pessoas, times, organizações e comunidades. Facilita processos participativos, estratégicos e transformadores, (co)criando espaços de diálogo, aprendizagem e colaboração.

Bem-vindos ao nosso novo website! Ele está passando por testes e atualizações, e deverão ocorrer mudanças e ajustes nos conteúdos, formatação e links nos próximos dias.