Lidere como um Maestro!

Iniciamos esta semana, em parceria com a escola de cursos livres Perestroika,  o curso Maestro. Uma turma-piloto, um protótipo em nove encontros e uma metáfora interessante: o líder nas organizações como um maestro de uma orquestra.

E essa metáfora parece fazer sentido, pois a turma lotou, e os participantes vem de diferentes cantos: grandes empresas e negócios familiares, professores, gestores de pequenos projetos até chefes de centenas de colaboradores, tem até gestor de fazenda de gado!

O que percebemos neles é uma curiosidade e abertura para explorar e empreender novos estilos de liderança.

Para você compreender melhor do que estamos falando (e tratando no curso): afinal, o que essa metáfora musical pode nos ensinar sobre liderança e facilitação?

A função de um maestro é garantir a harmonia de uma orquestra, marcando o ritmo, o andamento e a ordem dos músicos no palco.

Ele tem o poder de decodificar a complexidade de uma partitura e transmitir de forma clara aos músicos. O maestro diz muito sem precisar falar quase nada. Essa habilidade, carregada de repertório, consciência e empatia, garante grandes espetáculos construídos por todos os membros da orquestra.

Assim como um maestro, um líder não faz nada sozinho. A facilitação surge como um caminho para o exercício da liderança. Uma liderança que empodera, engaja e descentraliza equipe. Uma liderança que possibilita cocriação de soluções para problemas complexos e torna os processos mais fluidos e produtivos.

A seguir, saiba mais sobre essa poderosa metáfora e veja dicas de como liderar como um maestro.

Maestro

Lidere como os grandes condutores

Em sua aclamada palestra Lidere como os grandes condutores, com mais de 2,7 milhões de visualizações, o regente israelense Itay Talgam desvenda o processo de como ser um “regente de pessoas”, sabendo garantir controle e liberdade criativa ao mesmo tempo. Para Talgam, impor uma visão autoritária para com sua equipe pode ser desastroso, ele defende que é mais importante ouvir do que falar.

Inspirado na palestra de sucesso, Talgam lançou o livro The Ignorant Maestro (O maestro ignorante) que, no Brasil, foi traduzido como Lidere como os grandes condutores. No livro, são apresentados três novos conceitos importantes para a nova liderança. A seguir, vamos conhecer cada um deles.

Três conceitos importantes sobre liderança

1. Ignorância

O líder não precisa saber tudo ou ter todas as respostas. Ele pode e deve ser humilde a ponto de admitir a sua própria ignorância. Quando isso ocorre, o líder abre espaço para um ambiente de cocriação, habilitando os talentos de sua equipe na busca de novas soluções. Há um empoderamento de todos.

Voltando ao exemplo da música, um maestro nem sempre sabe tocar todos os instrumentos de uma orquestra, mas seu papel como líder é de potencializar o talento de cada músico, dando harmonia ao todo.

Nem sempre a ignorância significa que o líder não sabe de nada. A ignorância pode ser uma escolha consciente do líder, como forma de abertura para novas possibilidades, diferente das suas próprias.

Mesmo ele já tendo uma resposta, o bom líder sempre está aberto a receber soluções alternativas e criativas. Dessa forma, ele permite a aprendizagem, o senso de autonomia, a descoberta e confiança da sua equipe.

Na Manifesto 55 desenvolvemos uma ferramenta, o Equalizador de Liderança e Facilitação, e um dos aspectos descritos é a “origem do conhecimento”. Um líder facilitador escolhe estar em uma posição entre os dois extremos “eu sei” e “eles sabem”. Estar disposto a mover o equalizador pessoal na direção da posição “eles sabem” significa exatamente adotar a atitude de um “líder ignorante”.

2. Lacunas

Talgam define lacuna como um buraco, uma falha na interpretação decorrente da nossa comunicação. Por mais que os líderes busquem eliminar a ambiguidade, tentando ser o mais claros possível, muitas vezes de forma repetitiva, em planos e tarefas do dia a dia, as lacunas sempre terão o potencial para a imaginação, a criatividade e a inovação.

Em um mundo cada vez mais complexo, instável e em constantes mudanças, as lacunas são inerentes e inevitáveis. O que para uns é um problema, para outros é uma oportunidade de inovar.

É nessa ambiguidade que uma equipe pode fazer a sua própria interpretação, participando mais ativamente na composição da “música” organizacional.

3. Escuta e presença

De acordo com Talgam, o bom líder tem que saber ouvir, de forma atenta, perceptiva, intuitiva, conectada e presente. Ouvir é uma atividade puramente biológica. Já o escutar implica um trabalho do nosso cérebro, pois após ouvir é preciso interpretar, entender, avaliar.

Um estudo indicou que passamos quase 50% de nosso período comunicativo ouvindo pessoas e, se não fizermos isso bem, de forma ativa e atenta, pense em quanto tempo e oportunidades podemos estar perdendo!

No ambiente de trabalho, o escutar permite ao líder identificar lacunas, saber fazer correções, intervenções ou simplesmente deixar a “orquestra tocar”.

Se ele quiser de fato aprender com sua equipe, o bom líder deve saber a melhor hora de se colocar em uma posição de ignorância para escutar as pessoas ao seu redor e apoiá-las. É com esta arte de escutar e reagir no momento certo que se desenvolve grandes equipes no trabalho.

Liderando como um maestro!

Para Talgam, a nova liderança deve entender que sua equipe é formada por parceiros e não por meros instrumentos. Os colaboradores se tornam o reflexo do seu líder.

Enquanto os líderes tiverem um baixo índice de empatia, a empresa terá um processo produtivo menos humano. Uma boa liderança deve ser sensível à diversidade da equipe e quais são suas necessidades e potencialidades.

Quando os talentos e as potencialidades de cada membro da equipe são maximizados, resultados incríveis podem ser conquistados individualmente e em conjunto.

Fechamos esse artigo com essa fabulosa e bem humorada palestra de Itay Talgam, demonstrando diferentes aspectos e estilos de liderança e facilitação, a partir da apresentação de grandes regentes. Divirta-se e inspire-se!

E se você quiser saber mais sobre liderança e facilitação, ou sobre o nosso curso Maestro, oferecido em Porto Alegre/RS em parceria com a escola de cursos livres Perestroika, entre em contato conosco ou deixe um comentário!

Bem-vindos ao nosso novo website! Ele está passando por testes e atualizações, e deverão ocorrer mudanças e ajustes nos conteúdos, formatação e links nos próximos dias.